terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Ser também Vida...


Os sons dos passarinhos abrem as cortinas do ent(arde)cer na trinca do dia.
Do fundo, do que vem de dentro e não lá. Nem tampouco das lembranças, mas do que é.
Do Ser regente da memória que fui e vem florescer. Tornei-me canto nas tardes onde o sol a(dor)mece sozinho. Para deixar de ser apenas manuscrito dobrado, ou tela amarelada a tecer só rabiscos. E em suas asas voar alegre. Cantar liricas, de tão macias e fortes a desfazer as opressões. Querer reportar as dores sem submissões, porque em todo o tempo; elas me são redimidas.
Um veludo tonalizado de Outono se desdobra em meio aos suspiros, nas insuflações do meu diafragma. Alguma parte sua avistou-me por aqui, num monturo de pesos e levezas que às vezes o peito aperta e vem em mim dúvidas. As sombras sempre vão existir e confesso que todo o horizonte que Celebro; mesmo sem o seu Amor, faz em mim ser também Vida.

(Fernanda F. Fraga)

Imagem: Google sem site específico.

11 comentários:

Luana Barcelos Dantas disse...

O suspiro é alívio de uma angústia...Lindo texto...Bjos

Fernanda Fraga disse...

Que delícia ter sua visita por aqui.
O suspiro quando é bom, traz refrigério pra alma, né?
Beijos

Fabrício Franco disse...

Fernanda,

Retribuindo a amável visita, eis que me deparo com algo que tanto sinto saudade: o som de passarinhos, tão ausentes aqui, nessa urbanidade nervosa onde moro. Que a leveza do voo deles nos entusiasme a soltar um pouco de nossa carga e seguir, liricamente.

Abraço

Aline Teles disse...

Eu amo a poesia da natureza. Lindo texto, amiga. Estou em um novo endereço:
http://blog-alineteles.blogspot.com/
Beijinhos.

Poeta da Colina disse...

Dor ou amor, é vida.

Carol Righetto disse...

Que as sombras encontrem seu canto.
Que um canto maior ecoe no horizonte da vida.
Bjos Fer!

Karla Thayse Mendes disse...

Suspirei (Fundo). Texto lindo lindo lindo Fer!

Um maravilhoso restinho de semana pra ti minha flor

Beijo

Gislãne Gonçalves disse...

Olá,
O blog “Vê se ri um pouco” entrará de recesso ate dia 31 de março, mas vc terá a oportunidade de publicar um texto SEU no meu blog, passa lá e dê uma olhada na última postagem, intitulada “Participem!!!”, pois lá estão as explicações de como ter o seu texto no Vê se ri um pouco, tanto no blog quanto no Face!

Beijos
Até mais

Alê disse...

Ah! O canto dos pássaros,

Não importa se solitário,num dueto, ou em bando, dando a impressão de uma orquestra sinfônica: é um som abençoadíssimo!


Bjkas Fê

Cristian disse...

Maravilhoso texto, Fernanda!
Precisava de uma mensagem dessas, hoje! =)

Abraços,
Cris

z i r i s disse...

Fer!


Que texto grandioso.

Bem sabes que sou uma amadora de passarinhos. Porque eles não aceitam iscas ou medidas. Eu desconfio que o céu, este pálio de profundíssimo azul e sem margens, somente é céu porque algum pássaro o cruzou algum dia, pela primeira vez...

E foi o que você fez aqui, cruzar um céu, abrindo espaço por entre as margens da gente!


Um grande beijo da Ziris