quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Quando houver volta...

Basta ir. Basta alçar voos, desenhar no infinito algumas ausências - estrofes de um poema bom. Basta ir, sabendo que pode voltar. (Fernanda Fraga)


” O bom do caminho é haver volta. Para ida sem vinda basta o tempo”. (Mia Couto)

Pra ouvir  - Mentiras – Adriana Calcanhoto


*Para Amanda Braga parafraseando comigo no twitter.
OBS.: Imagens do Google sem site específico.

9 comentários:

Wendel Valadares disse...

Basta ir, querendo que volte, desejando que volte, torcendo para que volte...

Basta ir para que queiras ficar...


(Lindo!)

Bjus tantos minha poeta!!!

Dayse Sene disse...

Gosto muito dos seus textos...sempre um bom aprendizado.
Abraços querida Fernanda.

Aline Teles disse...

Que belo. Simples e cheio de poesia. Ir é viver as novas possibilidade. Voltar é reencontrar o que foi construído de sólido. Beijinhos.

Valéria disse...

Adoreiii,vim pra ficar
bjsss :)

Mony Gabriely disse...

Adorei, Fernanda. Essa música da Adriana é legal.

Malu Silva disse...

Que os passos sejam sempre firmes na ida e na volta...
Lindas as duas frases...
Abraços

Poeta da Colina disse...

Enquanto houver volta...

Carla A. disse...

Que coisa simples e linda! ^^

;*

Hellen Hosseini disse...

Eu me entrego, mesmo ao sem volta!

Beijo linda.