domingo, 23 de setembro de 2012

Teus timbres...

Voava pra ficar perto das Estrelas,
Enquanto o chão refletia
o Céu azul.
Um punhado de refrães
escorriam nos dedos,
Quatro cordas dos teus raios luziam
Extasiado no alto dos teus ombros,
o Sol pendia nos sons dos violinos
Súplica exaltada, lira que se desembrulha no ar.
Sussurras, tuas mãos me sabem os lábios;
adentre em mim nas nuvens - poesias,
Ecoa nos respingos da chuva,
beijando sob teus timbres
os poemas da boca,
Escoa,
Me enamora.

(Fernanda Fraga)

Imagem: Wallcoo

11 comentários:

Fernanda disse...

Tudo q vc escreve eh lindo!
Beijos

Dayse Sene disse...

delicioso de se ler...numa intensidade única de alma tranquila.. Beijos

mari disse...

Belo...beijos

Anônimo disse...

Belo...beijos

Luana Barcelos Dantas

Aline Teles disse...

Enamorada com o seu poema. Muito lindo, Fê. Beijinhos e uma ótima semana.

Poeta da Colina disse...

Um viva aos sentimentos que reverberam na alma.

A.S. disse...

Belo...muito belo! Cada palavra é uma doce caricia!


Beijos,
AL

Rebeca dos Anjos disse...

Quando a inspiração é um anjo.

Belo!

Beijo, Fernanda.

Fred Caju disse...

Legalzão!

RosaMaria disse...

Eram lágrimas em forma de palavras? Nem sempre era poesia, nem sempre fora sorrisos... Mas hoje não quero pensar, lembrar, só quero sentir.
E eu, nós, sentimos, nos rendemos muito.


Fer, coisa linda aqui!
Beijo grande

Juliene Farnez disse...

Ola Fernanda! Você muuuito!
Gostei demais do blog, a frase de Timidez da Cecília Meirelles, ficou perfeita aqui, assim como o poema o é.

Também tenho um blog onde escrevo poemas e textos. Se interessar, faça uma visita, será muito bem-vinda.
http://entrereaiseutopias.blogspot.com.br/

Beijo, parabéns pelo blog.