sábado, 10 de novembro de 2012

Resquício...


Faz tão pouco tempo que você partiu,
que eu ainda posso ouvir os teus passos pesados,
caminhando pela casa sem o menor receio de me acordar,
mas agora você já está longe.
Nessa progressão de vozes e palavras esculpidas num poema
Desejando sê-las no entre(laço) das mãos. 
E foi tão rápido e durou tanto tempo dentro de mim,
como agora quando você me lê, entre versos e prosas soltas;
Onde qualquer canto aproxima nossos nomes,
Um beiral de lírios musicando o sopro;
que eu ainda estou tentando entender onde tudo começou,
mas você já me deu um ponto final.
E vi retroceder pétala por pétala aquilo que poderia ser, e não foi.
Era tudo tão bonito,
que eu ainda me pergunto se era realmente Amor o que eu sentia.
Esse veraneio em que te apercebi dentro dos meus horizontes,
E por toda doçura que me enfeitei dentro de ti.
Uma rede de balanço em que nossos olhos minguavam, na margem que ficou,
A diluir esse rio de nós – ainda que seja um renome em Poesia bruta;
Um ontem, não havido, onde você retribuía o carinho,
o toque, o Amor sem querer - de fato estar.
Como onda desancorada que um dia desejou ser.
O mundo acabou e fiquei só,
Remoendo essa lembrança
que já não sei dizer se é saudade ou carência;
tentando inutilmente explicar você pra mim
E com remorsos de não saber me explicar pra você.

(Fernanda Fraga & Wendel Valadares* )


*Wendel Valadares poeta mineiro, lançou recentemente seu primeiro livro de poesias ‘Essência’.

7 comentários:

Wendel Valadares disse...

Boniteza... ficou lindo o nosso dueto...

Obrigado pela sua poesia e pelo seu encanto...

Um tantão de (sol)risos largos pra vc!!!

Emily F. disse...

O.O que lindo aqui estou seguindo ^^

Gislãne Gonçalves disse...

Belíssimo poema !!!

Que outros duetos sejam feitos, para apreciarmos belas palavras!

:)

Poeta da Colina disse...

Talvez presença seja costume.

Lu Rosário disse...

Muito bonito e muito revelador dos sentimentos e das sensações que nos arrebatam quando vivemos um amor.

Beijos!

Yohana Sanfer disse...

Belo dueto. Corações cheios de poesia!
Bjs, Fernanda! Bom voltar aqui!

Yohana Sanfer disse...

Belo dueto. Corações cheios de poesia!
Bjs, Fernanda! Bom voltar aqui!