quinta-feira, 2 de junho de 2011

Trazendo Você, com um beijo em minha face!



Face a Face
                                              
Deixe o vento...
Tocar aqui no meu rosto
Deixe que ele me afague
Docemente.

Que ele lhe toque
E lhe deságüe

Não impeça esse beijo!
Apenas, deixe!
Permita-se!
Que ele traga no arco ligeiro
Partículas de Saudade
Gotículas de Você

Deixe, então...
Ele tocar, beijar-lhe!
Vestir seu perfume sândalo-jasmim!
E envolver-se em seus largos braços Querubim!

Deixe...
Que no seu vôo ligeiro.
O vento leve baluante
Veleje campinas e campestres
Norte, Sul, Leste, Oeste!
Trazendo Você
Com um beijo em minha face!

Ó vento...
Com seu passo ligeiro, cintilante!
Vem sem demora
Beije meu semblante
Dispa-me, e leve todo meu perfume.
Todas minhas partículas,
E veleje, no vôo leve, baluante
Por entre montes e avereste.
Esculpindo intacta toda sua veste.

Veleje, veleje, veleje
E assim, deixe.
O vento afagar seu semblante
E com ele trazer para você.
Meu beijo...
Com os aromas das campinas e campestres
Permita então...
Ele abraçar
Com meu suave perfume.

E assim...
Faça desse aroma, sua veste.
Deixe-o ele trazer
Partículas da minha Saudade
Gotículas de todo meu ser.
Quando ela tocar-lhe face a face.

Deixe, deixe, deixe...
Que seu vôo leve, baluante
Veleja campinas e campestres.
Norte, Sul, Leste, Oeste
Trazendo Você
Com um beijo em minha face!

(Fernanda F. Fraga)

________________________________________________________________________

4 comentários:

Antonio José Rodrigues disse...

Poema, Fernanda,bem suave e gostoso de se viver. Face a face com a felicidade. Beijos

Poeta da Colina disse...

Será que é demais, pedir por um instante?

A vida é o que a gente se permite.

ღ Sensitivity ღ disse...

Fernanda, querida, muito obrigada pela sua visita e estou muito feliz por você estar me seguindo.
Esse poema é tão delicado, romântico e sensível. Depois que terminei de ler, consegui imaginar a cena proposta pelo poema. Será tão bom...
Beijinhos.

♥→ A Pétala... A Thati ♥ disse...

Linda Fernanda,
Tuas palavras me acalentam tanto, a suavidade da tua escrita misturada a emoções tão nossas me permitem degustar cada palvra sua ao vento... por dentro.
Sinta-se acarinhada por mim!
Beijos

Thatiana Vaz
http://petalasdesentimentos.blogspot.com/