domingo, 28 de agosto de 2011

(...)Eu quero o hoje...


Essa ressonância que interliga os dias, as horas, as nossas. São compassos marcados por suas pulsações. Sem demora, sem alarde. Durações do mesmo passo. Poros em desassossego que salmodizem suas medidas.
Despenca pura, seu gosto, sua chuva. Água corrente que me faz bem, arde-desfola sempre viva.
De um jeito que chega e carrega no colo sua fluidez, sem pedir licença. Seria arrebatada por tudo, pelo que sou e pelo o que um dia fui. Mas não temo a nada, por ser sereno seu pulsar. És feito de algodão-doce e calda de chocolate, e na surdina faz-me provar-te calmamente nas pontinhas dos meus dedos todos. Mas apenas molha meus lábios sequiosos, que quer encontrar o céu de sua boca na minh´alma. E a contar as estrelas sem medo de nascerem bolhinhas nos dedos. Provar-te-ei desprevenido.
Bordo uma vastidão de jardins e desenho no espelho de sua alma, qualquer estrofe, qualquer início, qualquer encontro. Rasgo, estadalhaço quaisquer verbos do amanhã ou depois.
Você aguça os meus sentidos, e eu quero o hoje; no seu tempo, na sua chegada.

(Fernanda Fraga)

10 comentários:

JasonJr. disse...

Eu gosto do que você escfreve mocinha! :D

Alê disse...

Lindo texto,

bjkas

Luana Barcelos Dantas disse...

Fê, exuberante, precioso!!!!
Também adoro seu estilo de escrita...
"Você aguça meus sentidos, e eu quero o hoje;no seu tempo, na sua chegada"

Um grande beijo,

Luana Barcelos

Poeta da Colina disse...

Talvez o tempo nem passe, pois ele só é realmente nesse agora.

Gleyce K disse...

Lindo texto.


Adorei seu blog. Lógico que não poderia deixar de segui-la. Ficaria muito feliz se seguisse o meu também.

http://mundofashionfemenino.blogspot.com

Beijinhos!!!

Julliany kotona disse...

Que blog lindo amei,amei gostei tanto que resolvi ficar,já estou a te seguir te convido a conhecer meu cantinho também se gostar fique! Tudo por aqui é lindo,parabéns pelo blog contagiante bjos de boa semana!

http://julikotona.blogspot.com/

A.S. disse...

Belo texto!
Em teus lábios de água há sede de fogo...


Beijos!
AL

Erica Gaião disse...

Fernanda!

Que coisa linda... Desliza de um jeito tão macio,e faz a gente de perder do tempo para querer encontrar o céu também. Esse amor é daqueles que pulsam e descompassam as batidas do nosso coração. É sim o mais gostoso de sentir.

Lindo. Amo seu jeito poético de dizer sentimentos.

Beijos,querida!

Beta Lotti disse...

Fernanda, sua inda!!! Que blog mais maravilhoso!! Adorei e já estou te seguindo!! beijos

disse...

"e na surdina faz-me provar-te calmamente nas pontinhas dos meus dedos todos." - adoro imagens construídas assim, de coisas pequenas!
Amei o blog, guria! =]
beeijo