quinta-feira, 19 de junho de 2014

À borda...

Traça-se à borda das palavras
Um poema a se erguerem aos Corais
Abrir as portas e afiar os teus voos.
Enamorei vendo o plantio das cores das nuvens,
Das uvas sobre o ruído violeta
Que desliza por dentro do aroma,
Num fino respingo entre todas as luzes
E por baixo o cheiro macio
Talhando as flautas.

Revelam-se os meus espaços,
Crispados; excêntricos, puídos.
Os enfeites dos laços do Sol
a língua dos pincéis sob nós dois.
As seivas, as folhas, teus aléns tombados em mim.

Percorrera o chão, os abismos desabitabitados
A letra dobrada do verso
O aceno circunscrito
enquanto o vento, robusto
percorre os meus passos
E modula minhas mãos
Aos traços, as linhas, a essa imensidão.

Porque teu olhar é farol
Onde nascem as brisas, aquarelas úmidas de êxtases;
O sossego caminhante.
E à beira das asas apenas meu sobressalto:

Posso dilatar as horas, saborear os flocos das nuvens;
poemar o romance enquanto esse Pássaro nasce?
Posso demorar-me em ti?  
dedicar-me a essa linguagem bendita de Preces?

Posso contentar-me hoje com esse Divino resplendor;
E me sentir inteira, infinita,
poemando o meu sorrir em tua primavera?
Posso regressar meus silêncios;
e ainda assim me saber presente?

Posso ver-te esquecido dos dias;
E cumprir contigo os encantos e as profundidades
Num bem-querer que se revira em nós?
A todos os milagres e abrigos;
E aos inevitáveis confins da memória,
que absorve tua matéria serena;
a contemplar nossos infinitos.
(Fernanda Fraga)

*Imagem do Google, não encontrei a referência do autor da imagem, quem soube pode mencionar aqui, que insiro a autoria.

4 comentários:

Jason Jr. disse...

Levarei para meu cantinho para passear suas palavrinhas Fernanda!

http://jasonjrcajazeir.blogspot.com.br

Danilo Mendonça Martinho disse...

Senti a cuidar uma árvore de romance no jardim.

Mikaele Tavares disse...

Lindas palavras Fernanda..
Até imaginei que estou na primeira em um belo jardim..
Abraços, Mika

Pensamentos Viajantes

Gabriela Castro disse...

Pode sim! rs Saudade daqui e de você!