quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Itinerários da Saudade...

Para ouvir – Enya – Anywhere is
Para a poeta Iris Marcolino

Saudemos a toda essa S a u d a d e, perfume que habita nossas presenças, promessas de palavra – certa, frescor com brilho de Estrela desdobrável, firmamento para além do papel. Pinturas e pincéis em que meus olhos e mãos se engravidam defronte teus ofícios.
Tão etérea, desabas em mim, itinerário que prefacia as línguas enamoradas. Aquelas com hinos que nos moldam a mágica sacralizada das curvas e linhas para nos aproximarem do teu ventre, do teu Céu. Um caminhar em que o Amor nos ensine e a certeza de que a Poesia borda na ponta dos dedos, seu próprio nome.

(Fernanda Fraga, Minas Gerais, 24 setembro 2013)

“As tuas saudades são em mim: Poemas sem FIM” (Iris Marcolino)


*De uma paráfrase trocada com Iris Marcolino colaboradora da página Ex-Extranhos.
*Imagem do Google sem site específico.

3 comentários:

Alexandre Lucio Fernandes disse...

É lindo a maneira como tu entrelaças o sentir Fê. Venho aqui e sempre me emociono com a profundidade do teu escrito, a maneira tão bem fluída de se expressar - muito bonita por sinal.

Essa saudade é perfume exalado de pétalas da sua alma. Poesia fina que transcende o peito de tão maravilhosa.

Amei!!

Beijo!

Wendel Valadares disse...

"Tem gente que deixa uma saudade bonita".

Tem gente que faz uma poesia bonita.

Um beijo Fêfê...

Saudades...

Danilo MM disse...

Saudade, só do que vai voltar.