sábado, 28 de agosto de 2010

“Floresci loucuras, por isso abri curiosa o Céu”


06/08/2010.
 



Foi como sentimentos em grande escala, tão agudas em meu peito. Graves e intensos. Como fogos de artifício. A noite pairava, e meu coração saltitava de uma alegria infinita. Queria eternizar aquele momento. Meus olhos mergulhavam dentro dos teus, era uma plenitude crucial. Ele lia meus olhos como quem moldava cada nuance de meu ser, da minha alma, do meu corpo; detalhe por detalhe. O movimento oscilatório daquele carro era definitivo para nós, desejei que aquele passeio não acabasse. Ruas e ruas, curvas e curvas. E cerca de segundos a porta dos meus sonhos foi chegando a sua partida. Meu coração pulsava como uma bomba, ponto a eclodir. Afinal, aquele instante era único para mim, pois nunca tínhamos ficado a sós como aquela noite. Depois vi seus braços moverem o freio de mão parando quase no ponto final da esquina. Naquele instante já veio à sensação de que tudo não passava de quimeras em meu ser. Conversamos um pouco, comemos alguns bombons. Ficamos lá por horas a fio. Eu já sem esperança nenhuma; despedi-me e virei sorrateiramente para abrir a porta do carro. Ouvi uma voz mansa e carinhosa chamando meu nome, virei-me e deparei com aquela face perfumada junto a minha. Ele com ímpeto beijou-me, não conseguindo conter-me com aquela orquestra inabalável de nossos lábios. Floresci loucuras, por isso abri curiosa o Céu.

(Fernanda F. Fraga, 06 de Agosto de 2010)

 

 

 


9 comentários:

Ester disse...

Olá Fé!

Retribuindo a visita e o carinho deixado em meu blog,
pelo pouco que já pude ver aqui vc escreve muito bem e tem mesmo a sensibilidade a flor da pele,
vc já tem a experiência de editoração isso é muito bom,
Ficarei no aguardo de seus poemas editados,

Sucesso sempre, amiga!

Alma Aprendiz disse...

Amiguinha
Gostei muito de seu espaço

Parabéns e sucesso!!!!!!!!!

Beijos no seu coração

Estarei esperando sua visita

Dois Rios disse...

Oi, Fernanda!

O amor é assim como você lindamente descreveu, nos abre o céu. Você é uma poeta!
---
Quero agradecer a gentileza a sua visita. Nâo retribuí de imediato porque andei meio sumida do blog.

Beijo,
Inês

Sil.. disse...

Ahhh, o amor...e como faz a gente abrir o céééu rs.
Lindooooooo Fernanda!

Não sei porque vc não esta conseguindo postar no meu blog, as vezes não consigo no blog dos amigos tbm, mas se continuar o problema, me avise, vou tentar resolver.
Seu blog é lindooooooooooo, suas palavras encantadoras.
Bem vinda, ao meu blog, orkut, e ao meu coração!

Beijoooooooooooo

Regina Laura disse...

Oi Fernanda!!
Vi que vc está seguindo meu blog, e pelo seu perfil cheguei aqui no seu espaço. Lindo!!!
Já retribui o carinho, colocando seu blog entre os meus favoritos.
Vou ler seus escritos com a calma e a suavidade que eles merecem.
Seja sempre bem-vinda!
Beijo grande

Gisele Braga disse...

Oi Fernanda,
Obrigada pelo carinho!
Seu blog é um encanto ♥
Já estou te seguindo também!

Você escreve com tanta
doçura e delicadeza..
adoreii os textos!

Um beijo Querida ♥

ErikaH Azzevedo disse...

Fê.... tu darias pra escrever um romance...falam tanto da Saga crepusculo, eu li eles , mas confesso preferir ler vc...tanta poesia implicita em cada frase e tb nas entrelinhas...eu agora saio daqui mais leve.

Lindo demais, viu!

te beijo menina.

Erikah

Patrícia Lara disse...

Olá, Fernanda!

Muito obrigada pelo comentário carinhoso lá no meu blogue...

Estou aqui, conhecendo o seu espaço e me deliciando com os seus textos... MARAVILHOSOS!

Parabéns!
Sigo-te tb!

Beijos,
Patrícia Lara

Guilherme disse...

O Céu se abre quando se fecham os olhos. A vida acontece também, e muito mais, de olhos fechados, e no silêncio do Amor que visita.